Home » Computador » 13 jogos f*d@s que você provavelmente deixou passar batido em 2017

13 jogos f*d@s que você provavelmente deixou passar batido em 2017

Com tanta coisa acontecendo no mundo do entretenimento, é fácil se perder e deixar muito conteúdo passar por nós, seja por vontade ou por falta de informação. Com tantas séries, filmes, mangás, animes, HQs e, principalmente, jogos, não é fácil ser um gamer assíduo de vez em quando. E quando a coisa aperta, não é raro deixar passar aquele game espetacular.

Sem dúvidas, 2017 foi um ano mais que excelente para o mundo dos games e tivemos muitos títulos de peso. Sabe o que é pior? Você provavelmente deixou vários deles passarem. Mas relaxa, não é culpa sua: faz parte mesmo. Seja pelo jogo ter saído sem muito alarde, por ter sido encoberto por alguma obra maior ou simplesmente porque não viu, é fato que há muitos por aí que você sequer viu gameplay.

Conta pra gente: qual foi o jogo mais legal de 2017 que você nem deu uma chance?

Mas pode relaxar: se você perdeu, a gente recapitula aqui. Vale ressaltar que não estamos falando necessariamente de apenas títulos menores, já que alguns grandes podem ter se perdido no caminho também. Portanto, vem com a gente e confira a nossa lista!

1 – Little Nightmares

Apesar de não ser um jogo que se destacou muito em 2017, a curta duração somada à experiência perturbadora e bizarra de Little Nightmares ajudou a criar uma jogatina bem interessante para os fãs de plataforma e puzzle – que certamente consomem poucos games com uma temática tão perturbadora quanto essa.

Little Nightmares

2 – Night in the Woods

Esse jogo de animais antropomórficos pode parecer meio esquisito em um primeiro olhar e, de fato, é. Mas se você é fã de jogos reflexivos, focados em narrativas e, principalmente, melancólicos, Night in the Woods pode ser aquela experiência muito interessante que você jamais esperaria tanto. Há alguns puzzles aqui e ali, conversas recheadas de escolhas e muitos diálogos, mas acredite: vale a pena. Como diria um review da Steam: “ideal para pessoas que estão na casa dos 20 e estão se sentindo depressivas”.

Night in the Woods

3 – NieR: Automata

Ok, não estamos falando de um jogo desconhecido aqui. Mas vamos ser sinceros: quantos realmente jogaram NieR: Automata, da Platinum Games? E não vale falar que jogou a demonstração. Apesar de ter repercutido de forma bem positiva, o diretor Yoko Taro disse que não sabe por que o jogo vendeu bem. RPGs de ação japoneses podem não fazer o estilo ocidental, mas o mundo aberto, o combate refinado, a trilha sonora soberba e a variedade de estilos dentro de um só jogo valem a tentativa.

4 – Tooth and Tail

Esse aqui com certeza se enquadra na lista de games que você pode ter passado batido. O gênero de RTS acaba sendo 8 ou 80: ou é algo de peso que todo mundo gosta ou é um game que corre por fora e tenta encontrar seu lugar no sol. Tooth and Tail é daqueles jogos incríveis que não merecem a atenção devida. Trata-se de um jogo de estratégia em tempo real que é simples para novatos, legal para veteranos e é recheado com um estilo visual encantador.

5 – Ruiner

Esse aqui é para os fãs de jogos de vista aérea e que apreciam um bom combate. Ruiner traz o pacote completo do cyberpunk, com muitos cenários industriais, direção de arte que mistura tons escuros com o brilho de neon.

RUINER

6 – Divinity: Original Sin 2

O primeiro game da séria já foi muito aclamado e o segundo parecia ainda mais promissor. Dito e feito: temos aqui um dos jogos mais bem-avaliados do ano inteiro (considerado por alguns um dos melhores RPGs já feitos). Infelizmente, essa sequência ainda é exclusiva de PC e muita gente deixou passar batido. Se você gosta de RPGs isométricos, não tem erro com esse aqui, que oferece até mesmo jogatina coop com os seus amigos.

Divinity: Original Sin 2

7 – LawBreakers

Com a promessa de ser o FPS mais frenético e rápido possível, LawBreakers trouxe uma variedade de mecânicas bem interessantes que vão desde acrobacias à movimentação em gravidade zero. No fim, a experiência realmente foi bem divertida, mas faltou um conteúdo a mais no lançamento, algo que a produtora foi prometendo ao longo desse ano. Em uma boa promoção, o game pode ser sensacional para os viciados em multiplayer competitivo.

8 – Gravity Rush 2

Sabe aqueles jogos que lançam no começo do ano e parecem ter saído há uma era atrás? Gravity Rush 2 foi uma sequência muito aclamada que conseguiu fortalecer os pontos positivos do game original e trazer ainda mais elementos bacana à fórmula. Se você procura uma experiência diferente, Gravity Rush 2 pode ser uma boa.

Gravity Rush 2

9 – Yakuza Kiwami/Yakuza 0

Se tem uma série que, ainda hoje, não recebe a devida atenção no Ocidente, certamente é Yakuza. 2017 foi um ano fora do comum para a franquia neste lado do mundo: não tivemos apenas um, mas dois jogos. A parte boa é que ambos servem como uma luva para quem nunca jogou nada da série, já que temos um prequel e um remake do primeiro game.

Porradaria de sobra (e da mais alta qualidade), diversas quests para fazer, mundo aberto bem rico (mas enxuto), gráficos fenomenais e muito mais. Ambos os títulos se destacam dentro da própria franquia e valem muito a pena.

10 – Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia

Todo mundo esperava um novo Fire Emblem para o Nintendo Switch e, de fato, ele virá eventualmente. Mas o que pegou todo mundo de surpresa foi a chegada de um outro game da série para 3DS, chamado de Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia, que é um remake de um dos primeiros títulos da franquia. Além de sair do padrão atual de fraquezas e vantagens de armas, o jogo tem um estilo muito mais aberto e bem diferente do convencional. Sem dúvidas, um dos melhores games do ano de 3DS.

Fire Emblem Echoes

11 – Monster Hunter Stories

Mais uma gema escondida do 3DS: Monster Hunter Stories fugiu muito do modelo de RPG ação da série e trouxe uma dinâmica à la Pokémon que surpreendeu muita gente. Além de enriquecer o universo da franquia, o RPG de turnos portátil se provou muito mais robusto do que o esperado, com mecânicas de criação de monstros, um combate incrivelmente divertido, exploração de cidades bem maiores que o previsto e dezenas de horas de jogatina, que inclui até mesmo um modo PVP online.

Monster Hunter Stories

12 – Hollow Knight

Metroidvania é um estilo que é triste de ser fã: poucos games com esse gênero saem no mercado e nem todos são bons. Felizmente, Hollow Knight é a exceção da regra: extremamente bem-feito, fluido, lindíssimo (as artes foram feitas à mão) e com um estilo bem diferente no qual você escolhe o próprio caminho da aventura. O game foi elogiadíssimo pela crítica e tem uma leva de fãs bem forte. Sinceramente, pelo preço baixo e as promoções de fim de ano, vale muito a pena dar uma chance.

13 – Star Wars Battlefront II

Sem dúvidas, de desconhecido esse jogo não tem nada. Muito pelo contrário: ele apareceu ainda mais na mídia depois de toda polêmica de microtransações. E é justamente esse o caso. Depois de tanta atenção negativa, o game certamente vendeu bem menos que o esperado (tanto que já está com promoções de 50% em lojas digitais), mas ele é, na verdade, um bom jogo que está escondido por trás de um sistema ruim.

Em nossa análise aqui do Voxel, ressaltamos que Star Wars: Battlefront II é um bom jogo, apesar dos pesares. Sem dúvidas, por mais famoso que ele seja, trata-se de um game que muita gente deixou passar.

Star Wars: Battlefront II

Menções honrosas

Thimbleweed Park

thimbleweed park

SteamWorld Dig 2

SteamWorld Dig 2

The Sexy Brutale

The Sexy Brutale

Sniper Elite 4

What Remains of Edith Finch

What Remains of Edith Finch

Battle Chef Brigade

Metroid: Samus Returns

Metroid: Samus Returns

Sundered

Sundered

Absolver

Sem dúvidas, a lista é apenas uma seleção nossa e vocês são livres para discordar, discutir e, principalmente, comentar quais jogos faltaram e quais vocês concordam. Como o título diz, são games que você “provavelmente passou batido em 2017”, então certamente alguns deles você terá jogado. Portanto, bora pros comentários!

13 jogos f*d@s que você provavelmente deixou passar batido em 2017 via Voxel

 

 

 

 

 

fonte: https://www.tecmundo.com.br/cultura-geek/125612-13-jogos-f-d-s-voce-deixou-passar-batido-2017.htm

Sobre R.S. Works T.I. Administrador

R.S. Works T.I. Administrador
A R.S. Works – Soluções em T.I. É empresa que está no ramo desde 2009. Estamos com uma área grande em Tecnologia. A R.S. Works T.I. tem certeza que a parceria entre o fornecedor e o cliente é a chave para o sucesso de qualquer projeto e é por isso que na oportunidade de oferecer seus serviços a R.S. Works T.I. foca nos itens necessários para o fortalecimento da parceria, tais como: Prazo, preço, qualidade, ética, transparência.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE